Destinos, Eventos

Viagem Histórica para o Australian Open

Clientes Faberg na quadra central do Australian Open

2018 começou bem para a FABERG e seus clientes. Pela primeira vez fizemos uma viagem completa para acompanhar o Australian Open e desbravar as maravilhas da Oceania. A conclusão que chegamos é que vale muito a pena cruzar o mundo.

Se vamos enfrentar tantas horas dentro de um avião, temos que aproveitar o máximo e foi o que fizemos.

Nossa viagem começou pela espetacular Nova Zelândia. Conhecida por seus esportes radicais e paisagens naturais usadas como pano de fundo nas trilogias O Senhor do Anéis e O Hobbit, o país surpreende a cada esquina.

O ponto de partida foi em Auckland, maior área metropolitana do país com aproximadamente um milhão e meio de habitantes localizado ao norte da Ilha Norte. A cidade é muito bem organizada, extremamente limpa e apesar da quantidade de moradores, parece estar sempre vazia.

Para fazer jus ao fato de estarmos no país dos esportes radicais e para ajudar a melhorar o jet lag, começamos a jornada pulando do Sky Tower. Torre ícone da cidade tem uma plataforma de salto a 192m de altura. O SkyJump é guiado por cabos e as pessoas atingem até 85km/h. Adrenalina pura. Fizemos também um passeio de barco para ver a cidade de outro ângulo e visitar a linda ilha de Waiheke, repleta de vinícolas em suas encostas. Almoçamos na ilha e fizemos degustação de vinhos.

Visita a Hobbiton Passeio em Rotorua Clientes Faberg em Queenstown

O próximo destino foi a região de águas termais de Rotorua. Mas antes, fizemos uma parada muito especial para conhecer Hobbiton, vilarejo Hobbit dos filmes O Senhor dos Anéis e O Hobbit. O local é simplesmente encantador. A sensação de estar no cenário de um dos filmes mais aclamados do últimos tempo foi incrível. Mesmo quem não assistiu ficou apaixonado pelas colinas verdes, pequenas casas e os jardins bem cuidados.

Rotorua está cercada de parques geotermais. Fomos visitar o Wai-I-Tapu e Te Puia. O cenário é muito diferente. Rios e lagos com água fervendo e com enorme variação de cores, vapor subindo por todos os lados, géiser expelindo água a mais de 30m de altura, rochas brancas e bastante verde fazem parte da paisagem. Essa região tem forte influência Maori e não poderíamos perder a oportunidade de conhecer um pouco dessa cultura tão interessante. Foi muito divertido viver as tradições, participar do Haka e ver os artesanatos.

A última etapa da nossa experiência na Nova Zelândia foi em Queenstown. Essa maravilhosa cidade, cercada por montanhas, a beira do lago e com muitos brasileiros é um paraíso, especialmente para os amantes da natureza. Não tem um lugar feio nessa cidade. Fizemos muitas atividades divertidas. Subimos a montanha de teleférico, fizemos arvorismo e tirolesa e descemos a montanha em carrinhos tipo de rolimã.

 Passeio radical de lancha no Rio Dart na Nova Zelândia Passeio radical de lancha no Rio Dart na Nova Zelândia Arvorismo em Queenstown

Um dos passeios mais marcantes que fizemos foi o de lancha rápida no Rio Dart. A paisagem ao redor era fantástica, cheia de montanhas de ambos os lados do rio, água cristalina, trechos muito rasos e muita velocidade.

Nossa última atividade na Nova Zelândia foi um passeio até um dos lugares mais lindos do mundo, Milford Sound. Para chegar lá precisamos pegar um voo de monomotor de aproximadamente uma hora sobrevoando montanhas cobertas de neve, rios e campos. Lá, embarcamos num pequeno navio e navegamos pelas águas calmas, cercado de montanhas verdes, cachoeiras e focas descansando nas pedras a beira d’agua. Foi um final perfeito em um país perfeito.

De lá seguimos para a excepcional Melbourne e para o Australian Open, primeiro Grand Slam da temporada. A cidade é excepcional, considerada uma das melhores cidades para viver no planeta, e é verdade! Passamos o dia pelas paisagens deslumbrantes da Great Ocean Road, uma das estradas cênicas mais bonitas e famosas do mundo. São incontáveis quilômetros de costa, cheio de rochedos, praias, florestas e animais. Cenário difícil de esquecer.

Clientes Faberg no complexo do Australian Open Australian-Open-2018-260 Clientes Faberg no complexo do Australian Open

Mas a principal atração, logicamente foi o Australian Open. O torneio é realmente fantástico. Ele é tão incrível passou a ser o Grand Slam favorito de alguns de nossos clientes que já viajaram para todos os outros três. O ambiente é animado, os fãs fazem uma grande festa, a infraestrutura é impecável e as quadras não são tão grandes, o que nos deixava mais perto dos jogadores. Nós tivemos a sorte de ver dois jogos de Rafael Nadal e um de Federer, além de Sharapova e Halep. Bruno Soares, gentil como sempre, bateu papo e tirou foto com a gente.

A viagem terminou em Sydney, onde fizemos passeio de barco pelo Harbour, conhecemos o Opera House, a Harbour Bridge e lindo Jardim Botanico. Nosso ultimo jantar foi durante o Australian Day, conhecido como segundo dia mais importante para australianos. Vimos os fogos de alto de um restaurante que girava e tivemos sorte de estar exatamente em frente dos fogos na hora certa.

Clientes Faberg em Sydney na frente da Harbour Bridge Clientes Faberg em passeio na Great Ocean Road

Foram dias espetaculares e inesquecíveis. O grupo tornou a viagem ainda mais especial e nos divertimos muito juntos. Estamos empolgados para 2019. Já estamos preparando novos roteiros para uma viagem ainda mais memorável. Se você tem interesse, envie seu contato para info@faberg.com.br e vamos colocá-lo na lista de interessados.

Share this Story
Load More Related Articles
Load More By FABERG Tour Experience
Load More In Destinos

One Comment


  1. Manoel

    22 de junho de 2018 at 15:15

    Sensacional o texto! Deve ser o máximo acompanhar o Australian Open e conhecer o país. Pensando seriamente em colocar essa viagem nos planos.

    Reply

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Check Also

O Adeus Inesquecível à Key Biscayne

34 anos de Miami Open, 32 deles em Key ...